Pular para o conteúdo
início » Como a indústria virou de cabeça para baixo e a autodidatismo se tornou ainda mais importante.

Como a indústria virou de cabeça para baixo e a autodidatismo se tornou ainda mais importante.

    Neste artigo, apresentado pela Proper Insurance, discutiremos a forma como a internet impactou o setor de seguros e como isso afetou a qualidade dos produtos para o consumidor. Antes da internet, o modelo de negócio do setor de seguros era centrado nos agentes, que vendiam os produtos fabricados pelas seguradoras para os consumidores. No entanto, com a internet, as seguradoras passaram a vender diretamente aos consumidores, eliminando a necessidade do agente e comprometendo o conhecimento e entendimento aprofundado sobre as apólices vendidas. Isso resultou na diminuição da qualidade do serviço oferecido pelos agentes de seguros.

    Atualmente, a maioria dos anúncios de seguros focam apenas no preço, em vez de oferecer uma cobertura de qualidade. É importante ressaltar que não se deve basear o plano de seguro apenas pelo preço, especialmente para propriedades de aluguel de curto prazo, as quais estão mais sujeitas a riscos. A autoeducação é fundamental para proteger seu investimento, por isso, vamos começar a jornada de autoeducação sobre seguros para propriedades de aluguel de curto prazo.

    O primeiro passo é verificar qual tipo de apólice você possui para a sua propriedade de aluguel de curto prazo. Existem três opções de contrato de seguro: seguro residencial (HO), seguro do imóvel/aluguel (DP) e seguro comercial (CP/CL). Além disso, é necessário definir o que precisa ser coberto, como a estrutura e o conteúdo da propriedade, a receita gerada e a responsabilidade que a propriedade traz.

    Para propriedades de aluguel de curto prazo listadas no Airbnb ou Vrbo, é comum receber uma apólice de seguro residencial com uma emenda para atividades de compartilhamento de casa. No entanto, é importante entender as limitações dessa cobertura. Casos legais têm destacado disputas relacionadas a esse tipo de apólice, e é essencial compreender as limitações da cobertura contratada.

    Apólices de seguro do imóvel/aluguel não fornecem cobertura caso ocorra algum dano intencional causado por grupos de aluguel de curto prazo. É importante lembrar que a cobertura para vandalismo não se aplica a danos causados por inquilinos ou hóspedes que receberam as chaves da propriedade. Além disso, a cobertura para perda de renda é limitada a um período de 12 meses, o que pode ser insuficiente para propriedades de aluguel de curto prazo com uma receita mais alta.

    As propriedades de aluguel de curto prazo possuem maior responsabilidade, pois estão sujeitas a um maior número de hóspedes. Portanto, é importante ter um contrato de seguro comercial, que ofereça cobertura não apenas para a propriedade em si, mas também para situações fora das instalações.

    Em resumo, é importante entender a cobertura do seu seguro para propriedades de aluguel de curto prazo e garantir que suas necessidades estejam adequadamente protegidas. A autoeducação é fundamental para proteger seu investimento.