Pular para o conteúdo
início » Mudanças climáticas, Gerenciamento de riscos e a liberdade de investir de forma responsável

Mudanças climáticas, Gerenciamento de riscos e a liberdade de investir de forma responsável

    Gerenciamento de risco é um conceito tão simples e central para a análise financeira que parece supérfluo mencioná-lo. No entanto, quando se trata de mudanças climáticas e sustentabilidade, esforços estão em andamento nos Estados Unidos para impedir nossa capacidade como investidores de realizar um simples gerenciamento de risco. Legisladores propuseram e até aprovaram leis que tornam mais difícil, se não ilegal, para os investidores considerarem os riscos financeiros das mudanças climáticas.

    Esses esforços estão equivocados. A liberdade de investir de forma responsável e o princípio do gerenciamento de risco devem ser defendidos, e isso requer que voltemos às noções básicas.

    A mudança climática representa um risco financeiro? A resposta é clara. Secas, ondas de calor e condições climáticas extremas causam um grande impacto em infraestrutura, cadeias de suprimentos, instalações e pessoas. De fato, os Estados Unidos registraram $165 bilhões em perdas de desastres climáticos apenas no ano passado. Mas a crise climática também apresenta enormes oportunidades. O Ato de Redução da Inflação impulsionou um boom de energia limpa em todo o país. Os investidores não devem ficar de fora.

    Baseados nesses fatos, os investidores têm integrado cada vez mais considerações climáticas em sua tomada de decisão precisamente porque os efeitos financeiros são tão claros. Eles estão agindo com uma lógica sólida e racional, e os governos não devem interferir nesse processo.

    No entanto, alguns estados instituíram novas leis proibindo os investidores de levar em consideração os impactos das mudanças climáticas ao avaliar emissões de títulos, gestão de fundos de pensão e outros contratos governamentais. Na prática, eles estão penalizando o gerenciamento de risco.

    Ignorar um risco financeiro não o faz desaparecer; só o torna pior. Seja nas demonstrações financeiras individuais ou em uma economia nacional, deixar de considerar e enfrentar ameaças potenciais tem uma grande desvantagem. Os investidores precisam de dados para avaliar esses riscos e a liberdade de agir com base nesses dados, levando em consideração suas necessidades comerciais. Seu dever fiduciário exige isso.

    Quando os investidores não possuem esses elementos essenciais, os mercados se tornam menos eficientes e menos eficazes, e todos os envolvidos nesses mercados sofrem. Se houver menos instituições financeiras competindo no mercado, os estados serão obrigados a pagar milhões a mais em pagamentos de juros. Além disso, se os estados trabalharem apenas com instituições que não consideram os riscos relacionados às mudanças climáticas e sustentabilidade, eles exporão seus fundos de pensão, beneficiários e contribuintes às desvantagens desses riscos.

    A maioria dos investidores compreende as ameaças e está respondendo como deveria: estudando os dados, acompanhando as tendências e monitorando os riscos e oportunidades. Mas serem atores racionais do mercado não é suficiente.

    É por isso que investidores e líderes do setor privado e público se uniram para instar os formuladores de políticas a proteger o direito de cada investidor de incorporar riscos climáticos e relacionados à sustentabilidade em sua tomada de decisão. Eles estão fazendo uma declaração clara de que a execução de seu dever fiduciário não deve estar sujeita a interferência governamental. Essa interferência só tornará mais difícil para eles desempenharem seus trabalhos e atenderem seus clientes.

    É por isso que todos precisamos nos levantar, falar e exigir a liberdade de investir de forma responsável.

    Se você gostou deste post, não se esqueça de se inscrever no Enterprising Investor.

    Todos os posts são opinião do autor. Portanto, não devem ser interpretados como conselho de investimento, nem refletem necessariamente as opiniões do CFA Institute ou do empregador do autor.

    Crédito da imagem: ©Getty Images/trekandshoot

    Aprendizado profissional para membros do CFA Institute

    Membros do CFA Institute são autorizados a autodeterminar e autorreportar créditos de aprendizado profissional (PL) adquiridos, incluindo conteúdo do Enterprising Investor. Os membros podem registrar créditos facilmente usando seu rastreador online de PL.